Whatsapp 00 351 914 398 891
dubai@dubaicomguia.com / Instagram: dubaicomguiasolange

Dubai se prepara para o Ramadan

Conhecido também por Ramadã ou Ramadão, o período é um mês sagrado para os muçulmanos. Ele é o nono mês do calendário islâmico, que se baseia nas fases da lua. Segundo a tradição, esse é o mês que o alcorão sagrado foi revelado a Maomé, dando início à religião muçulmana.

O Ramadã é um dos cinco pilares do Islã, os outros quatro são fé (Shahadah), oração (Salah), doações de caridade (zakat) e a peregrinação à Meca (Haj).

O jejum é obrigatório a todos os muçulmanos desde a alvorada até o pôr do sol nesse período. Os religiosos fazem o jejum durante todos os dias do Ramadã. Para os turistas, a diferença é que você não poderá comer em público antes do pôr do sol, mas os restaurantes abrem.

 

O Iftar do Ramadan em Dubai

Iftar é literalmente a quebra do jejum, a refeição tomada imediatamente após o pôr do sol. O jejum é quebrado no maghrib (o momento da oração do pôr do sol) pelo disparo de um canhão. Isto é seguido pelo som de azan ecoando do alto-falante de uma mesquita.

Esta é uma tradição em Dubai desde a década de 1960. Em Dubai, cinco canhões são disparados contra: Burj Park, campos de oração do Eid em Al Mankhool e Al Baraha, Madinat Jumeirah e Dubai City Walk.

Este é um momento para as famílias se reunirem e comerem. Normalmente, um lanche imediato de  água e tâmaras  é tomado antes das orações, seguido de uma grande refeição.  Uma das melhores maneiras de comemorar o mês auspicioso é a oportunidade de participar de um delicioso iftar (depois do sol) e de um suhoor (antes do nascer do sol) em festas com amigos. Frutas, grãos adoçados, iogurtes e pudins são as principais características de uma refeição suhoor, comido pouco antes do nascer do sol.

 

O que muda com o Ramadan?

Para o turista, não há grande diferença. A maior parte dos lugares abrem durante o dia. Alguns restaurantes fecham. Diminui-se duas horas de trabalho para os empregados e os órgãos públicos funcionam das 9 às 14 horas.

Se você estiver visitando a cidade de Dubai, você tem a oportunidade de celebrar o Ramadã nos hotéis e restaurantes que oferecem refeições especiais iftar.

Se você tiver sorte o suficiente para ser convidado a casa de um amigo em Dubai, esteja preparado para uma noite de celebração, que muitas vezes dura até de madrugada.

Além disso, as ruas de Dubai e os shoppings acendem com as decorações e todos estão convidados a compartilhar a alegria com uma série de eventos noturnos. Os shoppings estendem seu horário de funcionamento para acomodar a vida noturna do Ramadã. O Ramadan Night Market é um movimentado mercado, famoso por itens delicadamente trabalhados, obras de arte e uma variedade de produtos feitos localmente para uma experiência cultural única. É um momento para juntar-se ao espírito da época.

Durante o mês do Ramadã não há música e dança nos passeios do deserto Safari. O rali e o camelo continuam fazendo parte do passeio.  Embora não haja bebida alcoólica e a dança, o passeio continua sendo algo muito típico de Dubai e vale a pena ser feito.

 

Para os não muçulmanos, recomenda-se:

Vestir-se modestamente e de forma conservadora.

Não comer e beber em público.

Não fumar em público.

 

Durante o Ramadan as mesquitas ficam perfumadas e há orações extras. Os hotéis, às vezes, fazem promoção nessa época.

 

Término do Ramadã

Terminado o jejum, acontece o banquete chamado Eid AL Fitr e o mês de Shawwal se inicia. Este evento é bastante especial, pois é quando os fiéis fazem a primeira refeição matinal após um mês. Os muçulmanos se vestem com suas melhores roupas, trocam presentes, visitam familiares e preparam banquetes de confraternização. Este ritual é tão importante que, pela tradição religiosa, é considerado proibido jejuar neste dia. Além da ceia, os fiéis também fazem orações durante o Eid e rogam a Deus para que Ele aceite o jejum realizado no mês anterior.

 

 

Sobre o autor